domingo, 25 de junho de 2017

Ventos De Mudança

Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento.

Érico Veríssimo  


sábado, 24 de junho de 2017

Notícias Soltas

*Portugal e Índia assinam 11 novos acordos





Uma Entrevista Imaginária Com Um Governo Demasiado Real

Senhor primeiro-ministro, passou uma semana depois da tragédia. De quantos desaparecidos falamos?
 – Não faço ideia. - Senhor PM, as casas daquela região foram saqueadas com impunidade. O que fez para impedir tais actos? 
- Nada de nada. 
- Senhor PM, os corpos estão num camião de transporte de alimentos porque a viatura da Protecção Civil não tem a refrigeração a funcionar. Comentário? 
- Nenhum. 
- Senhor PM, um bombeiro ferido demorou dez horas a receber assistência médica. Comentário? 
- Ver a resposta anterior.
 - Senhor PM, é possível fazer num mês a reforma florestal que o senhor anuncia há dez anos? 
- Não, mas vamos fazer de conta que sim.
 - Senhor PM, quem é ‘Sebastião Pereira’ do ‘El Mundo?
 - Garanto-lhe que tudo está a ser feito, por mim e pelos meus jornalistas, para identificar o personagem.


João Pereira Coutinho, CM  

Divisões Ou O Caminho Para A Renovação?



sexta-feira, 23 de junho de 2017

Noite De São João

S. João Baptista é o padroeiro da cidade do Porto e em sua honra, na noite de 23 de Junho, realiza-se uma grande festa de puro cariz popular, nos bairros, as tradicionais fogueiras de S.João e as cascatas São Joaninas não podem faltar.
Cascatas São Joaninas

As sardinhas no São João pingam no pão e não faltam nos arrais .
MAS ...

Se o povo não se precata,
Nem São João vai ficar,
Que os santinhos da cascata
'Stão todos a emigrar.


Poeta de Veludo
                

   
  


   
  

Notícias Soltas

A Afinidade Não É O Mais Brilhante, Mas O Mais Sutil , ...

A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil,
delicado e penetrante dos sentimentos.
O mais independente (...)

É uma vitória do adivinhado sobre o real.
Do subjetivo sobre o objetivo.
Do permanente sobre o passageiro.
Do básico sobre o superficial.
Ter afinidade é muito raro.

Afinidade é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos
fatos que impressionam, comovem ou mobilizam.
É ficar conversando sem trocar palavra.
É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento.

Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo.
É olhar e perceber.
É mais calar do que falar.
Ou quando é falar, jamais explicar, apenas afirmar.

(...)

 Arthur da Távola   

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Luís Miguel C. Pizarro Beleza (1950-2017)

Miguel Beleza, economista e ex-ministro das Finanças, morreu ao início da noite desta quinta-feira, em casa, avança o Correio da Manhã. Beleza tinha 67 anos.
Miguel Beleza, economista e ex-ministro das Finanças, morreu ao início da noite desta quinta-feira, em casa, vítima de uma paragem cardiorrespiratória. Beleza tinha 67 anos. De acordo com o Correio da Manhã, que começou por avançar a notícia, o ex-governante ainda terá sido assistido em casa pelo INEM, acabando porém por morrer. A notícia foi confirmada à Agência Lusa por fonte próxima da família.
Irmão de Leonor Beleza, ex-ministra da Saúde e presidente da Fundação Champalimaud, Beleza ocupou altos cargos durante o período do cavaquismo, tendo sido ministro das Finanças entre 1990 e 1991 e governador do Banco de Portugal entre 1992 e 94.

Notícias Soltas

El Mundo: 'Desastrosa Gestão Da Tragédia Pode Por Fim À carreira Política Do Primeiro-ministro António Costa'

Um artigo de hoje do jornal espanhol El Mundo fala em "caos" no maior incêndio da história de Portugal, com 64 mortos, um avião fantasma e 27 aldeias evacuadas.

O jornal diz que a "desastrosa gestão da tragédia pode pôr fim à carreira política do primeiro-ministro, António Costa".

"Caos no maior incêndio da história de Portugal: 64 mortos, um avião-fantasma e 27 aldeias evacuadas." É desta forma que o jornal ‘El Mundo’ sintetiza a situação dos fogos que têm devastado o Centro do País desde sábado. Entre críticas à "gestão desastrosa da tragédia", o diário espanhol destaca que esta situação "pode pôr fim à carreira política de António Costa".

"A evidente falta de coordenação entre as autoridades, tanto a nível dos trabalhos de extinção, como da comunicação com os media, provocou uma enxurrada de críticas à gestão do desastre por parte do Governo do primeiro-ministro António Costa, e em particular da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, a menos de quatro meses das eleições legislativas [queriam, certamente, escrever autárquicas] em Portugal", refere o ‘El Mundo’.

A reportagem ataca também o episódio dos bombeiros da Galiza impedidos de ajudar pela ministra da Administração Interna: "De forma inexplicável, ao mesmo tempo que o incêndio se expandia e os bombeiros lusos reconheciam estar a ser derrotados pelas condições do terreno, Urbano de Sousa vetava a entrada de uma coluna de 60 bombeiros galegos no território português".(Fonte: CM)

O Estado Fracassou Em Portugal Nas Suas Funções Mais Básicas. Agora Não Podemos Passar Da Tragédia À Farsa

Pedir desculpa em Portugal é só para os culpados, e portanto é visto como admitir culpa. Por isso, os nossos sábios políticos nunca pedem desculpa. Mas pedir desculpa, como Theresa May fez, não é reconhecer culpas: é reconhecer responsabilidades. 

O fogo não foi posto pelo presidente da república nem pelo primeiro-ministro. Mas foi sob a presidência de um e o governo de outro que a tragédia aconteceu. Quem estava à frente do Estado, tem responsabilidade, mesmo quando não tem culpa. Pedir desculpa às vítimas, às suas famílias e às suas comunidades em nome do Estado seria assumir essa responsabilidade, seria dizer: estamos aqui para vos proteger, não conseguimos, vamos perceber porquê, mas desde já pedimos-vos desculpa.

O Estado fracassou em Portugal nas suas funções mais básicas. Agora, não podemos passar da tragédia à farsa. Todos sabemos que os inquéritos, como todos os inquéritos, não vão apurar nada. Todos sabemos que novas leis feitas à pressa, como todas as leis apressadas, não vão mudar nada. O reconhecimento da responsabilidade constituiria talvez, dados os precedentes, a única mudança possível: pela primeira vez na sua história, o Estado em Portugal reconheceria não ter estado à altura da confiança que os cidadãos tinham depositado nele. Para isso, claro, seria preciso coragem. 

Haverá essa coragem? Sr. Presidente? Sr. Primeiro-Ministro? Vão ter coragem de pedir desculpa, em nome do Estado, pelas vidas perdidas, pelas famílias destruídas, pelas comunidades atormentadas enquanto os senhores ocupavam os primeiros lugares do Estado? 

Fonte: Rui Ramos,'Sr. Presidente, Sr. Primeiro-Ministro, peçam desculpa !'

Sentimento ...

Não digas de nenhum sentimento que é pequeno ou indigno. Não vivemos de outra coisa que dos nossos pobres, formosos e magníficos sentimentos, e contra cada um que cometermos uma injustiça é uma estrela que apagamos.

Hermann Hesse  

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Solstício De Verão 2017

O solstício de 21 de Junho marca o primeiro dia de verão no hemisfério norte (e de inverno no hemisfério sul), com o maior número de horas de luz solar do ano.
Em termos científicos, o solstício de verão consiste no momento em que o hemisfério norte da Terra está mais directamente virado para o Sol, com os pólo norte inclinado em direcção à estrela a cerca de 23,5 graus.
A palavra "solstício" advém de duas palavras latinas "sol" e "sistere" que significam "Sol parado", uma vez que nos dias em antes e depois do solstício de verão, o Sol parece manter-se à mesma altura no meio-dia e pôr-se e nascer no mesmo ponto em relação ao horizonte.

Leia algumas curiosidades sobre o Solstício de Verão

A Bandalheira ...

... Que Assusta!

* Uma gravação áudio de uma suposta aluna, que circulou na rede WhatsApp alguns dias antes do exame de Português que se realizou na segunda-feira, levou o Instituto de Avaliação Educativa (Iave) a abrir uma investigação. Nessa gravação é descrito parte do conteúdo que sairia na prova nacional.
(continuar a ler aqui).  

*Ao contrário do que foi anteriormente afirmado pelas 'autoridades competentes', o presidente da Liga dos Bombeiros, Jaime Marta Soares, acredita que o incêndio que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande teve "mão criminosa". Marta Soares recorda, numa entrevista, que o fogo já estaria activo duas horas antes da altura em que ocorreu a trovoada seca e garante que a Liga vai exigir saber o que aconteceu neste caso.

Esta É A Frase

As imagens de Pedrógão Grande são imagens de guerra. A natureza responde violentamente ao abandono a que foi votada. Não temos floresta, mas campos de batalha. Os interesses mesquinhos paralisam a capacidade de decisão. As leis ficam por aplicar. Os incêndios são uma vergonha. Sinal de um país incapaz de habitar pacífica e ordeiramente o seu território. As florestas que ardem representam o que já sabemos, nos planos social, económico e ambiental. Mas só quando formos capazes de o assumir como um problema de segurança e defesa nacional, mobilizando os meios excecionais para impor o interesse público, é que poderemos ter alguma esperança de sair desta maldição de que somos inteiramente responsáveis.

Viriato Soromenho Marques, DN 

Antes De ...

Antes de falar, ouça.
Antes de agir, pense.
Antes de criticar, conheça.
E antes de desistir, tente.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Jornal Galego Diz Que Portugal Recusou Ajuda (act.)

Reprodução YouTube El Correo Gallego
Um contigente espanhol de 60 bombeiros com dois camiões cisternas estava pronto para ajudar mas terá sido travado na fronteira
Foi uma sensação agridoce. Estavamos conscientes da situação que se estava a passar em Portugal, estavamos preparados para intervir e ajudar e por uma questão burocrática impediram-nos de ir lutar contra um problema grave que acabou com tantas vidas", lamentou ao El Correo Gallego um dos 60 bombeiros espanhóis que, segundo o jornal, foram travados em Valença do Minho por falta de autorização do governo português.
De acordo com a notícia no site da publicação, o argumento das autoridades portuguesas foi a falta de capacidade para organizar tanta gente. "Estamos sobrecarregados e não podemos permitir que passe mais ajuda", terá sido a resposta.
A comitiva espanhola foi reunida "em menos de dez horas" durante a noite de domingo para segunda e incluia dois camiões-cisterna com capacidade para 30 mil litros de água cada um.
"Foram minutos de tensão" na fronteira, escreve o jornal galego, que cita outro bombeiro: "Se não nos queriam na primeira linha, podíamos ajudar muito nos trabalhos do pós-incêndio".

Fonte: Visão

A desculpa esfarrapada da ministra Constança Urbano de Sousa: Por vezes há pessoas com excesso de voluntarismo que podem querer empenhar-se sem ter qualquer tipo de enquadramento.” É assim que a ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, responde à notícia avançada pelo El Correo Galego

Fogo Alastra A Góis

Autarca fala numa "situação grave que pode passar a ser gravíssima".
As elevadas temperaturas e vento forte estão a provocar o alastramento do incêndio que lavra no concelho de Góis e que já obrigou à evacuação de três aldeias, originando ainda a retirada de 56 idosos de um lar.a
Actualização:em declarações à agência Lusa, a presidente da Câmara de Góis, precisou que as aldeias já evacuadas são as de Cadafaz, Sandinha, Candosa, Capelo, Corterredor, Cabreira, Aldeia Velha, Candosa, Carvalhal do Sapo, Tarrastal e de Folgosa.
Fogo volta a alastrar em Pedrógão Grande e meios aéreos estão a regressar. Número de feridos passa a 160.

Fonte: DN

A Nossa Vida Sem Ideais Nenhuns, Toda Quotidiana ...

A nossa vida sem ideais nenhuns, toda quotidiana, quer no presente quer pelo pensamento do futuro. Perdendo a religião, nada reavemos para a substituir; nem arte, porque a arte é, como religião, para muito poucos; nem ciência, que é para menos ainda, nem filosofia, que é para quase nenhuns.
Não me refiro à conducta mas a ideais. Uma sociedade nunca pode ser grande nem pura sem ideais, porque na moral que nasce (...), na moral para uso quotidiano e de quotidiana origem, caberá uma certa decência, uma honestidade (...), razoáveis instintos humanitários, mas não uma nobreza de qualquer espécie, não uma grandeza de carácter. E o ponto importante é este. O ideal é a vida; vamos perdendo o ideal, e a nossa vitalidade vai diminuindo tristemente (…)

Fernando Pessoa

sd
Pessoa por Conhecer 

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Notícias Soltas

Responsabilidade? Só Para As Boas Notícias ?

Não se pode andar a dar lições sobre o aquecimento global, e depois não conseguir sequer dar uma impressão de previsão e de controle perante um fenómeno que se repete todos os anos, nas mesmas condições, como são os fogos florestais. É nestes casos que o vazio de liderança política em Portugal, disfarçado pelo preenchimento regular dos cargos, se torna óbvio. É também nestes casos que fica à mostra a fragilidade extrema do país artificial do optimismo e das boas notícias.

O fogo de Pedrógão-Grande pode ter tido as origens mais extraordinárias, mas ocorreu numa região, numa época do ano e num contexto meteorológico em que os incêndios florestais não são extraordinários. É difícil, por isso, não admitir a hipótese de ter havido uma falha da protecção civil. Não se previu o risco de incêndio florestal, não se pôs a população em alerta para a possibilidade do fogo, não se prepararam meios para uma eventualidade, e quando o incêndio rebentou, não se tomaram todas as providências, como, por exemplo, controlar a circulação automóvel. Ao contrário do que disse o Presidente da República, não parece ter-se feito tudo o que se pôde.

Rui Ramos, OBSR  

Verdade ...

A porta da verdade estava aberta, 
mas só deixava passar
meia pessoa de cada vez.

Assim não era possível atingir toda a verdade,
porque a meia pessoa que entrava
só trazia o perfil de meia verdade.

E sua segunda metade
voltava igualmente com meio perfil.
E os dois meios perfis não coincidiam.

Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.
Chegaram a um lugar luminoso
onde a verdade esplendia seus fogos. 
Era dividida em duas metades,
diferentes uma da outra.

Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
As duas eram totalmente belas.
Mas carecia optar. Cada um optou conforme
seu capricho, sua ilusão, sua miopia.


Carlos Drummond de Andrade 

domingo, 18 de junho de 2017

Várias Casas Do Concelho De Alvaiázere Encontram-se Ameaçadas Pelo Incêndio


Várias casas da freguesia de Maçãs de Dona Maria, concelho de Alvaiázere, distrito de Leiria, encontram-se ameaçadas pelo incêndio que voltou a alastrar e três localidades estão a ser evacuadas, disse hoje a presidente da câmara.


Em declarações à agência Lusa, cerca das 21:00, Célia Marques contou que "a situação agravou-se consideravelmente" desde o final da tarde, quando o fogo parecia estar controlado, acrescentando que a "situação é caótica" e que, neste momento, "há casas em risco".

Os habitantes das localidades da Tapada, Casal Agostinho Alves e Relvas estão a ser retirados e encaminhados numa carrinha para a sede da Casa do Povo da freguesia, que fica numa zona mais urbana e segura.


A presidente da Câmara de Alvaiázere explicou que o incêndio agravou-se, também pelo facto de já não haver meios aéreos a operar, acrescentado que há também dificuldades ao nível das comunicações. (Lusa)


O Inferno continua. A indignação cresce perante esta situação de completa falência do modelo actual de prevenção e combate aos incêndios! Todo o sistema tem de ser questionado! Para que serve toda uma megaestrutura de Proteção Civil, com meios de comunicação caríssimos, se não conseguem, sequer, manter em segurança os cidadãos que transitam nas estradas?