sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Façamos Da Interrupção ...

Façamos da interrupção um caminho novo.
Da queda um passo de dança,
do medo uma escada,
do sonho uma ponte, da procura um encontro!

Fernando Sabino  

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Notícias Soltas (act.)



*Índice que mede populismo chega a níveis da Segunda Guerra Mundial


Esta É A Frase: O Vazio Vai Continuar Coberto De Habilidade

“Face a uma catástrofe, tudo aquilo de que Costa é capaz é de recorrer a toda a espécie de malabarismos que lhe granjearam a dúbia fama de político excepcionalmente habilidoso. Só que, confrontado com uma realidade não moldável aos exercícios circenses a que nos habituou e que tanta admiração provocam nos aficionados da política, a tal habilidade revelou-se aquilo que na sua essência radicalmente é: um puro jogo destinado a preservar o poder sem qualquer princípio que respeite verdadeiramente ao bem público. 
Quer dizer: uma coisa oca produzida pelo vazio”. Tudo o que se passou serve de confirmação destes propósitos pouco originais. António Costa é, de facto, um homem muito perigoso. O incalculável sofrimento humano destes dias não deixa margem para dúvidas.

(Paulo Tunhas, OBSR

O Que Se Leva Da Vida É ...


... A vida que se leva...

Só se deixa ...  Então, 
 te deixo o meu melhor ...

Meu melhor sorriso, 
Meu maior abraço,
Minha melhor história,
Minha melhor intenção,
Toda minha compreensão.
E do meu amor, a maior porção.
Só quero ficar na memória de alguém 
como outro alguém que era do bem!

Antoine de Saint-Exupéry 

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Notícias Soltas

*Costa muda Eduardo Cabrita para a Administração Interna e escolhe amigo 

*Siza Vieira para ministro Adjunto

Costa Por Vezes A Roçar A Insolência

"Se quer que eu peça desculpa eu peço desculpa"- resposta de António Costa ao PSD. 

E a seguir falou para Marcelo: “Viverei com este peso na consciência até ao fim da vida".

Pois é: E não, não estamos em tempo de ironia. Ainda é tempo de chorar os mortos e de amparar os espoliados do fogo . 

Em poucas palavras: insolência e falta de Sentido de Estado. 

Tancos: Recuperação De Armas De Um Furto Inexistente É Obra Sr. ministro Da Defesa Azeredo Lopes!

Grande parte do armamento roubado em Tancos foi encontrado esta quarta-feira na Chamusca, que fica a cerca de 20 quilómetros de distância da base militar do Exército. 
A RTP garante que foram recuperadas 44 armas, explosivos e granadas, faltando apenas intercetar as munições. A mesma fonte da investigação não avança com números concretos, mas revela que “foi encontrado praticamente tudo” e acrescenta: “o mais importante está cá.”
As autoridades recuperaram o material após terem recebido uma denúncia anónima. Recorde-se que o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, numa entrevista à TSF e ao “Diário de Notícias” a 10 de setembro, chegou a colocar a hipótese de o material nem ter sido roubado.
Logo após o roubo, as chefias militares revelaram que o material estava avaliado em 34 mil euros.
As equipas da Unidade Nacional de Contraterrorismo (UNCT) da PJ e da PJM descobriu que as portas dos paiolins foram abertas com recurso a um equipamento que não se vende em Portugal — mas sim em Espanha. Trata-se de um saca-cilindros — uma ferramenta capaz de extrair cilindros de fechaduras de forma fácil e sem provocar danos nas portas. As autoridades portuguesas enviaram uma carta rogatória às autoridades de Madrid, pedindo colaboração no caso.
Em setembro, o Chefe do Estado-Maior do Exército mandou instaurar processos disciplinares a três militares do Regimento de Engenharia n.º1, unidade que era responsável pela segurança dos paióis nacionais de Tancos quando estes foram assaltados em junho.
Um mês depois do roubo, Júlio Pereira, o então secretário-geral dos Sistema de Informações da República Portuguesa, falou em crime organizado, descartando a hipótese de os ladrões terem colocado as armas nas mãos de terroristas.
Nota: Não temos um Governo, temos um desgoverno à deriva. Haja quem ponha ordem nisto, quero dizer neste país completamente devastado.

Demissão: Já Foi Tarde, Tardíssimo.

Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, pediu demissão e o primeiro-ministro já aceitou. Constança já tinha pedido "insistentemente" para sair desde Pedrógão, escreveu  na carta.

What's the plan?



"A maioria das pessoas não planeia fracassar, fracassa por não planear."  

John L. Beckley  

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Notícias Soltas (act.)

*Presidente da comissão pergunta “quem teme” que parlamento saiba o que se passou em Tancos

*Venda do Novo Banco à Lone Star concluída na quarta-feira

*CDS pode ganhar campeonato da oposição”. PS reage à moção de censura ao Governo

*“As pessoas precisavam de auxílio e não conseguimos lá chegar”, denuncia presidente da ANSG

*Ministério da Saúde falseou dados sobre listas de espera, acusa Tribunal de Contas

*ERC sem consenso. Compra da TVI avança para a Concorrência

*Número de mortos sobe para 41. Marcelo fala às 20h30

*Funcionários públicos podem passar a ter cadastro

Em Casos Desta Gravidade, " A Culpa Não Pode Morrer Solteira", Nem A Responsabilidade Ficar Sem Dono

Responsabilidade Política:

A primeira e prioritária obrigação do Estado constitucional na garantia dos direitos fundamentais é assegurar o direito à vida e à propriedade dos cidadãos contra agressões de terceiros ou de fenómenos naturais. 

(continuar a ler Vital Moreira em Causa Nossa

Este Desequilibrado Governo Não 'Se Toca', Não Vê, Não Escuta, Só A Sua Subsistência Interessa

"Eu não chamo a esta forma de fazer política habilidade. Chamo-lhe falta de vergonha. E quando não se tem vergonha, o pior é sempre possível"

José Manuel Fernandes 

Pois é:

Até conseguiram calar (a caminho de acabar) o PCP e o BE . Pode arder tudo, vidas perdidas, pessoas destroçadas, sem casa, sem emprego sem qualquer meio de subsistência e afinal, onde param os supostos defensores dos desvalidos - escondidos ? encolhidos ? silenciados ? 

A Catalunha é para eles (PCP e BE) exemplo e modelo, mas não o povo da Galiza que se manifesta veementemente contra o que por lá se passa. Porquê? - Estão SILENCIADOS

Assim é a vida, tudo depende do momento, de quem está, da 'fidelização' aos aliados, nem que 'chovam picaretas' nem que a devastação seja a enormidade a que assistimos nos últimos tempos. Este desequilibrado governo onde só um ministro tenta governar (todos os outros só desgovernam) não 'se toca', não vê e não escuta, só a sua própria subsistência interessa.  

mfm

Amanhecer


Levanta a cortina dos teus olhos, 
contempla a maravilha 
do amanhecer. 
A vida é uma criança, 
esperta, bonita,inteligente 
passa correndo, 
é preciso ver. 
Acredita, 
enquanto há tempo: 
não existe dor sem alento 
nem tristeza tão longe da alegria. 
Quando a luz de cada dia 
acende a vida, 
iluminando o amanhecer, 
não vacila, 
toma posse 
da imensa alegria de viver.
Ivone Boechat 

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

O Ainda Primeiro Ministro Falou E, Disse ...

... "depois deste ano nada pode ficar como dantes"

Ou seja - NADA DE NOVO

Isto depois de: Já confirmados 38 mortos (incluindo bebé de um mês), 7 desaparecidos e 63 feridos (15 graves)


 Nota: A liga dos bombeiros avisou no dia 01 de Outubro a Protecção Civil para a real possibilidade do que acabou por acontecer e até ao dia de hoje não obtiveram qualquer resposta. Foi retirada a prevenção de 30 meios aéreos, 4000 bombeiros, 800 viaturas e dizem que não existe responsabilidade politica ? 

Notícias Soltas

Neste Momento: Vítimas Mortais 32 Feridos 56. Fogos Activos 176 (act.)

Protecção Civil confirma oficialmente: há 32 mortos e 56 feridos como resultado 
dos incêndios que deflagraram no domingo e continuam hoje. Costa diz que 
demitir ministros seria "infantil".(continuar a ler aqui)


Vítimas conhecidas até este momento : uma em Nelas, quatro em Santa Comba Dão, 
uma em Carregal do Sal, três em Tondela, uma na A25, uma e10 vítimas mortais em 
Coimbra, uma na Guarda, uma na Sertã, quatro em Vouzela, m São Jorge (Santa 
Comba Dão), uma em Arganil.


A tristeza é profunda, grande a desolação, sentimos uma enorme angústia e uma 
grande impotência  perante a enormidade da devastação de grande parte do nosso 
país, com perda de vidas e bens.

E, não me sai da lembrança aquele momento que ocorreu durante os primeiros fogos em 
que os principais responsáveis pelo país apareceram a aligeirar os acontecimentos de um 
modo completamente displicente. 
Lembram-se? - Eu não esqueço. 
Como poderia esquecer se depois disso muitos mortos e feridos foram vítimas dos incêndios 
sem que a nível superior nada tivesse sido alterado, continuando tudo igual àquele primeiro 
momento em que nos afiançavam que tudo estava a sob controlo.

domingo, 15 de outubro de 2017

Três Mortos E Várias Pessoas Encurraladas No Pior Dia De Incêndios Do Ano.

Duas pessoas morreram em Penacova e uma no concelho da Sertã. Há ainda relatos de 220 pessoas encurraladas numa estação de serviço. Alerta vermelho mantém-se até às 20h00 de segunda-feira.


O “pior dia do ano” em matéria de incêndios florestais continua a preocupar as autoridades. De momento, há 108 incêndios ativos que concentram um total de 5.397 operacionais e cerca de 1.600 viaturas. Segundo a Proteção Civil, só este domingo registaram-se 443 incêndios.
A Proteção Civil confirma que há duas vítimas mortais em Penacova. Diferentes meios de comunicação avançam com uma terceira vítima mortal, no concelho da Sertã.
Há relatos de centenas ou milhares de pessoas encurraladas em estradas. Um condutor explicou à agência Lusa que há “milhares” de pessoas presas no Itinerário Principal 3 (IP3), na fronteira entre os distritos de Coimbra e Viseu. (saber mais aqui)

ALERTA CM INCÊNDIOS | LINHA DE APOIO À POPULAÇÃO 800 246 246

Notícias Soltas (act.)

*Quanto à 'Saga Sócrates' - Só se surgir algo inesperado, como por exemplo o final do inusitado delírio do ex-primeiro ministro, voltaremos a fazer referência ao assunto.

É Uma História Sem Fim Feliz. Qualquer Que Seja O Desenlace Ficaremos A Perder

(...) Perante a incapacidade ou a falta de poderes das entidades fiscalizadoras, diante do silêncio das instituições e a coberto de uma comunicação social geralmente mal preparada e dependente. Vários bancos foram liquidados. Diversas empresas destruídas. Um grupo de insaciáveis sem escrúpulos tomou conta!

Falhou a opinião pública, falhou a imprensa e falharam as instituições. Os governantes não falharam, porque eram cúmplices ou protagonistas. Mas o Parlamento falhou, porque não cumpriu os seus deveres. Nem quis saber. Os partidos não falharam, porque aproveitaram. Ou falharam, porque não perceberam.

Primeira hipótese: encontramo-nos diante de uma colossal operação de destruição de pessoas, partidos, governantes, empresas e bancos, a comando de concorrentes ocultos e de abomináveis forças de conspiração. Nessa versão, falham o regime, a democracia e a Justiça. Segunda hipótese: uma monumental operação de expropriação e assalto ao Estado, por parte de políticos, gestores e banqueiros, destruiu empresas e grupos, fez literalmente desaparecer dez a vinte milhares de milhões de euros. Nesta versão, falham o regime, a democracia, o sistema político, o Parlamento, as instituições e o capitalismo português. (...)

Perdeu o regime e perdeu Portugal. Que ninguém pense que, com excepção do ladrão, alguém vai ganhar e que o fim será feliz. Não. Ou perde a economia, o mercado e a banca. Ou perde o mais importante partido político da democracia, o seu líder durante seis anos e o seu único primeiro-ministro com maioria absoluta. Ou perde a democracia e o seu sistema político que conviveu com parasitas da política ou das finanças, deixou pulhas roubar o Estado e permitiu que velhacos roubassem depositantes, credores e accionistas de boa-fé. Ou perde a democracia e o seu sistema de Justiça que não consegue organizar um serviço capaz de investigar eficazmente, arguir dentro de prazos decentes, julgar em tempo e dar sentenças a horas. Ou perde o regime cuja classe dirigente é incapaz de governar com honestidade e em democracia.

Ou perdemos tudo, que é o mais provável.

Excertos do artigo de António Barreto, hoje no DN (Ler artigo completo)

O Entusiasmo É O Fermento Que ...

O entusiasmo é o fermento que faz com que as tuas esperanças brilhem até às estrelas. O entusiasmo é o brilho nos teus olhos, o balanço da tua marcha. O aperto da tua mão, o aumento irresistível da vontade e da energia para executar as tuas ideias.

Henry Ford 

sábado, 14 de outubro de 2017

Notícias Soltas (act.)


*RECORDES DO PORTO DE SINES COLOCAM-NO NO TOP 15 EUROPEU

*Governo não vai contabilizar nove anos e meio de trabalho dos professores para as progressões 


O Orçamento Do Estado Para 2018 Vai Mudar A Vida De Muitos Portugueses.Saiba Aqui O Que Vai Mudar

  1. *Alterações para os mais pobres e os mais ricos
  2. *Como vai mudar a vida dos pensionistas
  3. *Emprego no privado. As alterações que aí vêm
  4. *Função Pública. As novidades
  5. *Casas. O que muda para quem arrenda e para quem tem arrendado
  6. *Em que vai pagar mais quando for ao supermercado (e ao stand)
  7. *Outras novidades 

À Semelhança Dos Milhões Movimentados Nas Negociatas, Os Amigos De Sócrates Sumiram Sem Rasto Nem Vergonha

De: Alberto Gonçalves
O facto é tanto mais notável quanto os amigos de José Sócrates eram imensos. Alguns, fiéis à força, continuam a fazer-lhe companhia nas quatro mil páginas do processo. A maioria passeia-se sorridente. Sorridente e amnésica. Se o pacote de acusados constitui uma amostra razoável da oligarquia que regularmente enxovalha o país, convém notar que, por definição, as amostras deixam o resto de fora.
E o resto é demasiada gente. A gente dos “media”, nulidades amestradas que José Sócrates inventou ou desenterrou para o servir. A gente do comentário “isento”, sob nome próprio ou pseudónimo, cujas avenças cresciam de modo directamente proporcional à beatificação do amo e senhor. A gente dos negócios que prosperava à sombra da criatura e retribuía a prosperidade com juros. e retribuía a prosperidade com juros. A gente da “justiça”, indivíduos com pilosidade auricular que garantiam a impunidade do benemérito que lhes arranjou emprego. A gente das “relações pessoais”, um folclórico grupo de familiares, namoradas e espontâneos que cirandava em redor de dinheiro facílimo. Sobretudo a gente da política, que subiu com José Sócrates, conspirou com ele e zelosamente lhe amparava os delírios. (continuar a ler)